Direto do Forno · Música

Thom Yorke – 5.17 (Single)

Em meio a mais uma decepção com a vida, pessoas de confiança e tudo mais, nada melhor que uma música nova do Thom Yorke para amenizar a dor.

Lançada de forma exclusiva para a última temporada de Peaky Blinders, a linda “5.17” é a primeirad e duas colaborações, sendo que a próxima está prevista para o início de abril. É somente Thom e um piano. Não poderia ser melhor.

Como costumo dizer, nos meus momentos mais difíceis, são poucos os que não me abandonam além de meus pais (que já estão mortos): meus gatos, meus cachorros e os caras do Radiohead.

Direto do Forno · Música

Radiohead – Follow Me Around

“Follow Me Around” é a segunda música disponível da tão esperada coleção KID A MNESIA, do Radiohead, que sai do forno nessa semana. Ela foi lançada de forma oficial hoje.

Saíram duas versões: a de estúdio, acompanhada de um vídeo hilário estrelado por Guy Pearce, e outra ao vivo, durante a passagem de som de uma apresentação da banda no Japão, em 1998.

A música é inteira voz e violão e parece que a voz de Thom Yorke sai direto do céu, de tão bonita.

Garimpo · Língua Presa · Música

Radiohead – The National Anthem (Ao Vivo no Saturday Night Live, 2000)

Escrevi há poucos dias sobre o lançamento do KID A MNESIA, material que o Radiohead está preparando para comemorar as duas décadas do Kid A e do Amnesiac.

De forma mais precisa, hoje faz exatos vinte anos e um que o Kid A saiu do forno, e para presentear os fãs, saiu no canal do Saturday Night Live uma apresentação matadora da banda tocando “The National Anthem”, uma das melhores e mais enérgicas músicas do disco.

Se você acha a dancinha de Thom Yorke em “Lotus Flower” um tanto quanto estranha, veja essa apresentação. Thom está insano, totalmente tomado pela música, enquanto Ed O’Brien e Jonny Greenwood criam os efeitos mais hipnóticos possíveis, Colin Greenwood mantém a postura no andamento da canção e Phil Selway, o metrônomo ambulante, acompanha.

Direto do Forno · Música

Kid A Mnesia

Para comemorar as duas décadas de Kid A (2000) e Amnesiac (2001), o Radiohead vai juntar ambos em um projeto só, intitulado KID A MNESIA, previsto para sair em cinco de novembro desse ano.

Ao que parece, será um compilado de material inédito, canções já conhecidas e sobras de estúdio. Para o anúncio desse belo pacote, a banda soltou “If You Say The Word” para audição.

O que mais chama atenção é o seguinte: os caras são tão acima da média, que uma música como “If You Say The Word” é tratada como “sobra de estúdio”, ou “não boa o suficiente para entrar no disco”. E a música é maravilhosa!

Música · Quarta Parede

Carros Assassinos

Foi numa madrugada de segunda para terça, se não me engano, quando estava zapeando pela SKY, sem sono, e dei a sorte de pegar o Crash – Estranhos Prazeres (1996), do David Cronenberg, logo em seu início, ainda nas apresentações de elenco e equipe técnica. Sem dúvida alguma, é o filme mais bizarro que já assisti até hoje.

Cenas de sexo. Carros. Acidentes de carro. Cenas de pessoas fazendo sexo em carros acidentados. É basicamente isso. Não é um filme ruim, a experiência em assisti-lo foi interessante. A trilha sonora dá um ar de mistério ao filme, os personagens são charmosos e enigmáticos e tem algo nas cores dele que mexeu comigo, mas a história em si e o modo em que ela é contada é um pouco sem pé nem cabeça.

Alguns dias depois, lembrei que o Radiohead tem duas canções que se assemelham a um dos temas do filme: acidentes de carro. São elas “Airbag” (uma das minhas favoritas de toda a discografia deles) e “Killer Cars”, um b-side do The Bends, época que a banda ainda usava umas guitarrinhas distorcidas.

Direto do Forno · Garimpo · Música

Spotlights – All I Need (Radiohead Cover)

Poucos dias após lançar o ótimo EP We Are All Atomic (falei sobre ele aqui), o Spotlights soltou em sua conta no Bandcamp uma versão de “All I Need”, uma das canções mais arrasadoras do Radiohead.

Segundo os integrantes da banda, esse é o primeiro de vários covers que serão lançados nas próximas semanas com a proposta de pague o quanto puder.

Vale a pena conferir, pois essa versão do Spotlights ficou interessante. Aguardemos os próximos.

Crônicas · Língua Presa · Música

Radiohead e a Cidade

Era fim de tarde quando saí da barbearia e fui em direção ao carro para, enfim, tomar o rumo de casa. Ao ligá-lo, o som, em modo aleatório, escolheu uma canção curiosa para aquele momento: “No Surprises”, do Radiohead.

Repito, era fim de tarde. Carros e motos aglomeravam as ruas. Pessoas tomavam conta das calçadas. Na sorveteria, nas lojas de roupas, na fila do banco então, nem se fala. Celulares eram tocados em cada canto que os olhos pudessem alcançar, por crianças, idosos, se bobear, até pelos cachorros.

Na esquina, um playboy fechou um motoqueiro e a buzina se espalhou cidade afora. Adiante, um motorista resmungou ao parar na faixa de pedestres para uma mulher atravessar. Se fosse uma gostosona, pensei, ele não reclamaria. E sem falar nas bicicletas, que vão e vêm na contra-mão sem se importar com quem ou que irá atravessar em sua frente.

Enquanto isso, em meio ao caos do fim de tarde na selva de pedra, tudo o que Thom Yorke pedia à mim, quase uma súplica, era um pouco de silêncio.

Garimpo · Música

Garimpo: 2 Covers do Radiohead por John Frusciante

John Frusciante sofre de um sério problema chamado fãs xiitas. Sim, aqueles que endeusam seus artistas preferidos, tratam tudo que eles fazem como algo genial, acima da média e que jamais aceitam críticas sobre o endeusado.

Desconsiderando isso, é inegável que o cara é talentoso e possui uma discografia solo muito rica, principalmente os discos “To Record Only Water For Ten Days” (2001) e “Shadows Collide With People” (2004), que trazem o ex-guitarrista dos Chili Peppers em uma fase menos experimental, com canções mais fáceis de serem digeridas pelo grande público.

Creio que seja do período entre esses dois discos os dois vídeos abaixo. Munido apenas por um violão, impressiona a emoção que Frusciante insere nas suas versões de “Lucky” e “You And Whose Army?”, duas das melhores canções presentes na extensa discografia do Radiohead.

Experimente e tente não se emocionar.

Direto do Forno · Música

Thom Yorke – Volk

É, teremos Thom Yorke duas vezes na mesma página sim, porque já saiu mais uma música da trilha sonora de “Suspiria”, novo filme de Luca Guadagnino.

“Volk” é inteiramente instrumental e é a mais assustadora até agora. Trilha típica de cenas agonizantes e que garantem boas doses de suspense e sustos nos espectadores.

O frontman do Radiohead está se saindo bem em sua nova função.

Direto do Forno · Música

Thom Yorke – Has Ended

“Has Ended” é a segunda faixa liberada por Thom Yorke e que fará parte da trilha sonora de “Suspiria”, novo filme de Luca Guadagnino, que já falei aqui.

Ao contrário da anterior, “Has Ended” possui um aspecto mais eletrônico e que provoca certo suspense no ouvinte, enquanto o vídeo consiste em imagens e formas geométricas em movimento se desfazendo, dando uma estranheza e aumentando ainda mais o mistério que ronda não só a trilha sonora, mas o filme em si.