Direto do Forno · Música

O Novo do Dinosaur Jr.: Sweep It Into Space

Desde que voltou à formação original, o Dinosaur Jr. lançou cinco discos, contando com Sweep It Into Space, e de longe, esse é o que mais me empolgou. Mesmo assim, não espere por algo grandioso, pois há décadas a banda mantem a mesma fórmula e não precisa mais mudar.

Poucos guitarristas sabem criar linhas melódicas tão sutis com solos furiosos acompanhando ao mesmo tempo como J Mascis. O single “I Ran Away”, por exemplo, é candidato a entrar no hall das favoritas dos ouvintes, como “Feel The Pain” ou “Freak Scene”, dadas as devidas proporções. “I Met The Stones” e “Garden” também elevam o álbum às alturas, mas ele sofre de um mesmo problema dos anteriores: ele perde o fôlego da metade em diante.

Assim como a galera do Guided By Voices, J Mascis, Lou Barlow e Murph chegaram ao ponto de fazer música por prazer, de lançar discos sem muita pretensão, sem precisar provar mais nada à ninguém. E esse é o estágio que todo artista pretende atingir.

Sweep It Into Space é divertido, bom para passar o tempo, não muito além disso. Ele foi lançado pela Jagjaguwar em 23 de abril.

1. I Ain’t
2. I Met The Stones

3. To Be Waiting
4. I Ran Away
5. Garden
6. Hide Another Round
7. And Me
8. I Expect It Always
9. Take It Back
10. N Say
11. Walking To You
12. You Wonder

Direto do Forno · Música

Dinosaur Jr. – I Ran Away (Single)

Parece que os “vovôs” J. Mascis, Lou Barlow e Murph, a tríade clássica do Dinosaur Jr., ainda têm muitas ideias para queimar e transformar em música. Vem aí Sweep It Into Space, o décimo-segundo álbum de estúdio da banda, que ganhará forma em 23 de abril desse ano, via Jagjaguwar.

São mais de trinta anos de carreira mantendo a mesma fórmula, e ainda assim o Dinosaur Jr. não fica chato ou enjoativo. O single “I Ran Away” está aí como prova. Uma divertida canção pop, onde os instrumentos estão todos alinhados e sem excessos, e ao final J. Mascis manda um solo um pouco mais barulhento, mas nada explosivo como os anos áureos da banda.

Chega a ser repetitivo, mas como é bom ver bandas assim ainda na ativa, criando músicas novas por amor.

Música · Quarta Parede

Não Sou Nada

Calma, não é o poema do Fernando Pessoa.

Caindo Na Real, de 1994, é um dos meus filmes favoritos, muito mais pela nostalgia do que pela qualidade técnica, e é, ao lado de Singles – Vida de Solteiro, aquele que melhor representa a essência da Geração X. O vazio existencial, as dúvidas sobre qual carreira seguir, sobre o que ser no futuro, trabalhos, relacionamentos e mais um monte de responsabilidades que a vida adulta, em tese, exige, são os principais questionamentos dos personagens principais desse filme, que é a estreia de Ben Stiller na direção.

Tanto que a canção “I’m Nuthin'”, executada pelo ator Ethan Hawke em uma das cenas, relata justamente esse buraco a ser preenchido naqueles que estão na casa dos vinte e poucos anos. Sem falar que a trilha sonora do filme também tem “Turnip Farm”, um petardo do Dinosaur Jr. em que J. Mascis destrói na guitarra em solos que parecem ser impossíveis de se criar uma tablatura.

Mas minha cena favorita é o breve passeio entre Troy (Ethan Hawke) e Lelaine (Winona Ryder), regado a café, cigarros e uma boa conversa (como ele mesmo diz no famoso diálogo “This is all we need: a couple of smokes, a cup of coffee and a little bit of conversation. You and me and five bucks”), onde ambos divagam sobre o que serão deles dali a alguns anos. Posso estar errado, mas sei lá, parece que naquele tempos as coisas eram mais simples.

Direto do Forno · Música

J Mascis – Don’t Do Me Like That (Tom Petty Cover)

Existe uma diferença enorme entre o J Mascis guitar-god do Dinosaur Jr. e o da carreira solo, e admiro o primeiro muito mais (creio que a maioria, né?).

Se não tivesse lido o título antes, certamente diria que a versão de “Don’t Do Me Like That” que os apresento é do Dinosaur Jr., mas não. Aqui, J Mascis enfim deixa de lado suas bases acústicas e bucólicas para o tradicional rock de guitarras sujas que o tornou uma espécie de referência no mundo alternativo, iniciado lá nos anos oitenta.

A título de curiosidade, a canção foi disponibilizada pela Sub Pop. Compare abaixo a versão original com o tributo.

Direto do Forno · Música

J Mascis – Web So Dense

“Web So Dense” é mais um passo dado para o lançamento de “Elastic Days”, novo disco solo de J Mascis (Dinosaur Jr.) que sai em novembro, dia 6.

O artista tem uma forma muito sincera e pessoal para falar de amor, unindo frases concretas com outras de tom mais poético, somadas à sua voz cansada que dá todo o tom necessário para o que deseja transmitir. “Web So Dense” é isso: uma canção de amor.

Sem dúvidas, a mais down até agora.