Direto do Forno · Música

Wilco – Falling Apart (Right Now) (Single)

Wilco goes country!

Anunciado ontem, o próximo disco do Wilco parece ser um retorno às “origens” da banda, desde o projeto antigo, o Uncle Tupelo, aos primeiros álbuns lá em meados dos anos noventa, o A.M. (1995) e o Being There (1996). Inclusive, Cruel Country também será um álbum duplo, assim como o segundo citado acima.

O primeiro single, “Falling Apart (Right Now)”, é mais uma amostra de como esses caras são capazes de criar canções pop e “acessíveis”, ao mesmo tempo que elas não soam datadas ou comuns.

Cruel Country é o décimo segundo disco do Wilco e será lançado no dia 27 do próximo mês.

Direto do Forno · Garimpo · Música

O Retorno do Folk Implosion

Conheci o Folk Implosion, acredito, como a maioria de seus ouvintes: pela trilha sonora do Kids (1995) ou pelo One Part Lullaby (1999), seu disco mais acessível (ou menos estranho).

O projeto do Lou Barlow e do John Davis estava em hiato desde 2004, mas voltou à ativa no ano passado. Há poucos dias, o duo soltou um EP intitulado Feel It If You Feel It, através do selo Joyful Noise.

Das quatro canções, o engraçado é que as duas versões remix são melhores que as originais. “Don’t Give It Away”, uma música mais seca e bem cadenciada, se torna um hit dançante em “Give It Away (Bollywood Rapids Mix)”. Já “Had Enough”, um tipo de pós-punk lo-fi (parece estranho, eu sei), vira um dub soturno em “Had Enough (Hitchhiker’s Dub to the Galaxy Mix)”.

Mesmo que esse seja o projeto do Lou Barlow que menos me atraiu até hoje, seria interessante ouvir um disco novo dele.

Direto do Forno · Música

soccer mommy + Angel Olsen

Duas das cantoras e compositoras mais talentosas da atualidade estão com discos quase prontos para saírem do forno. Falo da soccer mommy e da Angel Olsen.

Começando pela Angel, preciso reafirmar o quanto gosto de Whole New Mess, disco que ela lançou em 2020. Daqueles álbuns que costumo chamar de “discos de manhã”, falei sobre ele aqui. Sobre seu novo disco, Big Time será lançado mais uma vez pela Jagjaguwar, no dia 2 de junho.

Seu primeiro single é “All The Good Times”, uma balada folk/blues daquelas bem americanas, com uma letra muito bem escrita. Seu videoclipe possui um visual lindo.

Já a soccer mommy prepara o lançamento de Sometimes, Forever para o dia 24 de junho. Seu primeiro single, “Shotgun”, vai além da estética noventista que ouvimos em Color Theory, seu disco de 2020, recheado de guitarras.

Agora parece que a artista busca um lado mais pop, o que não é nem um pouco ruim, pelo contrário. Senti que seu som está mais encorpado e maduro, dando a impressão de que um disco muito bom vem por aí.

Direto do Forno · Música

+2 do Just Mustard

Saiu há alguns meses “I Am You”, o primeiro single do próximo disco do Just Mustard, e escrevi sobre ele com bastante empolgação.

Mais duas canções saíram de lá pra cá. “Still” foi lançada no final de fevereiro e hoje veio “Mirrors”. A empolgação continua a mesma.

Porque ambas mantém aquele pique pós-punk/shoegaze claustrofóbico de antes, ao mesmo tempo que possuem um ar mais sublime em seu instrumental, muito por conta da doce voz de Katie Ball.

Heart Under é o nome do álbum e chegará em 27 de maio desse ano, pela Partisan Records.

Garimpo · Música

Guided By Voices – Peep-Hole (Ao Vivo no Asheville Music Zone, 2001)

“Peep-Hole” é uma das várias pérolas perdidas na discografia do Guided By Voices, presente no clássico Bee Thousand, de 1994. Uma das músicas mais aconchegantes, nostálgicas e gostosas que já ouvi.

Vagando pelo Youtube, encontrei essa rara versão ao vivo dela, com a banda completa, diferente do disco, que é acústica.

Gostaria muito de ver eles tocando a canção original ao vivo, mas já que não tem, essa versão quebra o galho.