Língua Presa · Não Ao Futebol Moderno

Não Ao Futebol Moderno #18: Esse Lisca tá de Brincadeira

Parece que o sucesso e as aparições em programas de TV fizeram o Lisca começar a se achar um pouco além do normal. Agora sempre que o América perde, a culpa não é da incompetência do time, e sim de fatores externos. E com a ajudinha da imprensa, muita gente cai nessas balelas.

Ninguém falou da arbitragem tendenciosa do juiz, que amarelou cinco jogadores do Galo em lances, no mínimo, discutíveis, além do pênalti inexistente que ele marcou. Sorte nossa que o Rodolfo mandou no travessão e perdeu a ÚNICA chance de gol que o América teve.

Sim, ÚNICA! Porque nos dois jogos da final, os lances de real perigo foram todos do Atlético. Ontem mesmo o Cavichioli fez duas defesas muito difíceis, dessas que mesmo assistindo, é difícil acreditar.

Então seria bom o Lisca baixar um pouco a bola dele, começar a ver os próprios defeitos da sua equipe e parar de inventar desculpas toda vez que forem incompetentes.

Garimpo · Música

Garimpo: Nação Zumbi + The Fall

Faz alguns dias que estou desbravando a discografia de algumas bandas e artistas, focando mais naqueles que têm vários discos lançados, como David Bowie, The Cure, The Fall, e por aí vai. E foi justo com um disco do The Fall que me veio essa grata surpresa.

Estava ouvindo o The Infotainment Scan, disco deles de 1993, quando veio o seguinte verso:

“Exploding trees at night
Over rivers and bridges”

Na hora me liguei. Já havia escutado isso antes, mas em outra música… Claro! “Rios, Pontes e Overdrives”, da Nação Zumbi! Jamais imaginei que houvesse uma conexão entre o Manguebeat e o pós-punk inglês.

Isso só mostra o quanto Chico Science e a Nação estavam muito à frente de seu tempo.

Direto do Forno · Música

O Novo do Dinosaur Jr.: Sweep It Into Space

Desde que voltou à formação original, o Dinosaur Jr. lançou cinco discos, contando com Sweep It Into Space, e de longe, esse é o que mais me empolgou. Mesmo assim, não espere por algo grandioso, pois há décadas a banda mantem a mesma fórmula e não precisa mais mudar.

Poucos guitarristas sabem criar linhas melódicas tão sutis com solos furiosos acompanhando ao mesmo tempo como J Mascis. O single “I Ran Away”, por exemplo, é candidato a entrar no hall das favoritas dos ouvintes, como “Feel The Pain” ou “Freak Scene”, dadas as devidas proporções. “I Met The Stones” e “Garden” também elevam o álbum às alturas, mas ele sofre de um mesmo problema dos anteriores: ele perde o fôlego da metade em diante.

Assim como a galera do Guided By Voices, J Mascis, Lou Barlow e Murph chegaram ao ponto de fazer música por prazer, de lançar discos sem muita pretensão, sem precisar provar mais nada à ninguém. E esse é o estágio que todo artista pretende atingir.

Sweep It Into Space é divertido, bom para passar o tempo, não muito além disso. Ele foi lançado pela Jagjaguwar em 23 de abril.

1. I Ain’t
2. I Met The Stones

3. To Be Waiting
4. I Ran Away
5. Garden
6. Hide Another Round
7. And Me
8. I Expect It Always
9. Take It Back
10. N Say
11. Walking To You
12. You Wonder

Garimpo · Língua Presa · Música · Quarta Parede

Wilco – How to Fight Loneliness (Ao Vivo no Late Night with Conan O’Brien, 1999)

Em 1999, o Wilco lançou um de seus melhores discos, o Summerteeth. Para divulgá-lo, como de praxe, a banda rodou por alguns programas de TV e claro, passou pelos talk shows mais famosos da época.

No mesmo dia que eles foram ao Late Night with Conan O’Brien, a convidada da noite era ninguém menos que Winona Ryder, mas isso não foi apenas coincidência. A atriz protagonizou o drama Garota, Interrompida e a canção “How To Fight Loneliness” faz parte da trilha sonora do filme. Muito gentil com os caras, foi Winona quem deu as boas-vindas a Jeff Tweedy e cia, com direito a um grande elogio:

“Uma das melhores e mais importantes bandas do século e minha banda favorita.”

Depois dessa, eles não precisavam de mais nada, né?

Direto do Forno · Música

Helvetia – Rocks on the Ramp (Single)

Poucos dias após eu escrever sobre “New Mess”, o primeiro single de seu próximo disco, Essential Aliens, o Helvetia soltou o videoclipe de mais uma música presente nesse novo trabalho.

Ao contrário da anterior, “Rocks on the Ramp” tem uma levada mais devagar, psicodélica, mas mantem o lado melancólico da banda. Mesmo que a bateria não descanse um só segundo de sua duração, são os efeitos eletrônicos e as linhas de guitarra que levam o ouvinte ao transe.

Essential Aliens sairá por completo pela Joyful Noise Recordings no dia 25 do próximo mês.

Direto do Forno · Música

Cub Scout Bowling Pins – Magic Taxi (Single)

Não dá para explicar o Robert Pollard. O último disco do Guided By Voices, Earth Man Blues, saiu não tem nem duas semanas e o cara já anunciou mais um trabalho com o Cub Scout Bowling Pins, um de seus vários projetos paralelos. Isso porque nesse ano ele já lançou um disco com o próprio Cub Scout Bowling Pins e não sei mais quantos com o Guided By Voices. Fico perdido e tonto só de começar a procurar.

Enfim, é isso. Nem tem muito o que dizer. Para os fãs do cara, que nem eu, é um prato cheio e um prazer em viver na mesma época que esse senhor.

Clang Clang Ho chega por completo em 4 de julho, dia da independência dos EUA. Confira “Magic Taxi”.

Direto do Forno · Música

Dois Discos Para o Próximo Mês, No Mesmo Dia

É isso mesmo: dois discos com enorme potencial sairão do forno no dia 25 de junho. Não há nada demais nessa coincidência, usei apenas para criar o título do texto mesmo.

O Helvetia, grupo liderado pelo Jason Albertini, irá aumentar sua já extensa discografia com o álbum Essential Aliens, pela Joyful Noise Recordings. O primeiro single do disco é a ótima “New Mess”, música que estou ouvindo neste exato momento, talvez pela décima vez seguida. Guitarra e baixo sujos, bateria meio oca, sem solo nem refrão e uma voz cansada, mas gostosa de ouvir. Espero que o disco seja tão bom quanto essa canção.

A outra banda com disco à caminho é o Birds of Maya. Valdez será o quinto álbum do conjunto que faz um som garageiro-psicodélico de primeira, e se você quiser conferir, o single “BFIOU” é a prova disso. Esse trabalho sairá pelo tradicional selo Drag City Records.